Desembargadora do TJAM divulga ações da campanha “Justiça pela Paz em Casa” em programa televisivo

tvÀ frente da Coordenadoria da Mulher em Situação de Risco/TJAM, desembargadora Carla Reis divulgou os objetivos da campanha “Justiça pela Paz em Casa” em programa veiculado por emissora local.


A coordenadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Risco/TJAM, desembargadora Carla Reis, divulgou para a sociedade as perspectivas da campanha “Justiça pela Paz em Casa” por meio de entrevista concedida ao programa “Agora” veiculado pela TV Em Tempo.

O programa foi ao ar, ao vivo, na última segunda-feira (25) e está disponível para acesso no Youtube, no link a seguir (com a entrevista iniciando a partir do 48 minutos do programa): https://www.youtube.com/watch?v=8blCgvLdLg0&list=PLSOL0Z45Da7cvcc2YNWYgOQf9fLlrVX9k&index=5

Chegando à terceira edição somente neste ano de 2019, a campanha “Justiça pela Paz em Casa” tem como objetivo ampliar a efetividade da “Lei Maria da Penha” (Lei n.º 11.340/2006), concentrando esforços para agilizar o andamento de processos relacionados à violência de gênero. A ação tem o apoio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e acontece em todo o País no período de 25 a 29 de novembro, com aproximadamente 1.200 audiências programadas.

Na entrevista concedida ao jornalista Alex Costa, a desembargadora Carla Reis falou, entre outros assuntos, das estatísticas de violência (notificadas) contra mulheres neste ano de 2019 – que chegam a 14 mil casos, aproximadamente – e informou que os índices justificam a realização da campanha no decorrer do ano.

Sobre as ações da campanha “Justiça pela Paz em Casa”, a desembargadora Carla Reis lembrou que esta é uma mobilização nacional que fortalece o trabalho que é realizado diariamente pelo Poder Judiciário e órgãos que integram o sistema de Justiça. “É um esforço concentrado de audiências em que objetivamos dar celeridade aos processos que demandam maior urgência. Trabalhamos com uma rede de proteção às mulheres e, durante esta campanha, além das audiências processuais esta rede também atua e tem seu trabalho fortalecido”, apontou a desembargadora, indicando que a Comarca de Manaus e as do interior estão mobilizadas na campanha.

Durante a entrevista, a desembargadora também enfatizou a importância da população denunciar situações de violência contra mulheres.

Dentre os vários canais para denúncias, a população pode recorrer ao “Disque 180” (ligação telefônica gratuita); às Delegacias Especializadas em Crimes contra a Mulher (3236-7012 e 3582-1610); ao Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (3236-6893) e ao Centro de Referência e Apoio à Mulher (3624-5370).

 

Yanna Andrade
Revisão: Joyce Tino
Imagens: Divulgação (Youtube/TV Em Tempo)

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.