TJAM e Semtepi discutem detalhes de termo de cooperação técnica para reforçar ações do Projeto Reeducar

A secretaria municipal pretende auxiliar na qualificação profissional dos reeducandos, bem como na inserção desses no mercado de trabalho.


Reeduca parceriaRepresentantes da coordenação do Projeto Reeducar e o titular da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), Marco Antônio Pessoa, reuniram-se na última sexta-feira (8) para alinhar detalhes da formalização de uma parceria que deverá reforçar as ações do projeto, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), sob a coordenação da juíza Eulinete Tribuzy, e que tem o objetivo de fornecer apoio sociopedagógico às pessoas beneficiadas com a liberdade provisória.

 

A reunião, realizada na coordenação do "Reeducar", no Fórum Des.ª Euza Naice de Vasconcelos, contou com a presença do diretor de Qualificação Profissional da Semtepi, Giovani Caldas; da psicóloga do "Projeto Reeducar", Nádia Teles e da diretora do Sine Manaus, Letícia Mesquita.

O Termo de Cooperação Técnica que deverá ser assinado em breve pelo órgão municipal e pelo TJAM deverá incluir a disponibilização de instrutores de cursos de qualificação profissional para atuar na capacitação dos reeducandos atendidos pelo "Projeto Reeducar", bem como a inclusão desses no cadastro do Sine-Municipal para vagas de emprego.

Para a juíza Eulinete Tribuzy, a assinatura de mais um termo de cooperação técnico é de suma importância para o cumprimento das atividades de ressocialização e uma oportunidade para os reeducandos. “O Termo de Cooperação Técnica que estamos alinhando com a Semtepi tem uma importância muito grande, porque trata do que os reeducandos mais precisam: oportunidade de trabalho e estudo. Com esta oferta feita pelo órgão municipal, haverá mais um leque que se abre para oferecermos a essa clientela dos reeducandos opções que contribuam para evitar a reincidência em delitos; para que possam se estabilizar na vida de uma forma correta e honesta. E isto nos deixa muito felizes e realizados”, afirmou a magistrada.

Em setembro deste ano foram assinados acordos de cooperação técnica com a Secretaria de Educação e Qualidade de Ensino do Estado (Seduc); com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e com a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), também para reforçar as atividades voltadas para os participantes do "Projeto Reeducar." O Cetam e a Defensoria já atuavam como parceiros do projeto desenvolvido pelo TJAM e renovaram esse apoio. Em relação à Seduc, foi a primeira formalização deparceria do "Reeducar" com o órgão estadual.

 

Yanna Andrade

Foto: Chico Batata
Revisão de texto: Joyce Tino

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.