Comitiva do TJ do Maranhão visita instalações do Poder Judiciário do Amazonas para conhecer atividades relacionadas à gestão documental

Na quarta-feira, a comitiva foi recebida pelo desembargador Délcio Santos, que preside a Comissão Permanente de Avaliação de Documentos do TJAM.


Maranhão

Maranhão2Uma comitiva formada por três representantes do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) está em Manaus visitando unidades do Poder Judiciário do Amazonas e conhecendo as atividades desenvolvidas pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) na área de gestão documental e de preservação da memória.

Formada pelo coordenador de Arquivo e Gestão Documental do TJMA, Christofferson Melo; pela coordenadora de Biblioteca e Jurisprudência, Cíntia Valéria Andrade e; pela chefe da Divisão de Acervos, Leila Vale, a comitiva conheceu o Museu do Judiciário do Amazonas (Mujam), localizado no Centro de Manaus; a biblioteca do Tribunal, que funciona no Centro Administrativo Des. José de Jesus Ferreira Lopes, prédio Anexo à sede do TJAM, no Aleixo, e a sede do Arquivo Central Júlia Mourão de Brito, no bairro Flores.

Os técnicos do TJMA também receberam informações sobre as práticas e sistemas de gestão de documentos e de desarquivamento, bem como sobre o Repositório Digital Arquivístico Confiável (RDC-Arq). O Tribunal do Maranhão inaugurou recentemente o seu museu do judiciário.

Na quarta-feira (7/10), a comitiva do Judiciário maranhense foi recebida, na sede do TJAM, no Aleixo, pelo desembargador Délcio Santos, que preside a Comissão Permanente de Avaliação de Documentos do Tribunal de Justiça do Amazonas (CPAD/TJAM). Da reunião, realizada no gabinete do desembargador, também participou o gerente do Arquivo Central e membro da CPAD/TJAM, Manoel Pedro de Souza Neto.

De acordo com Pedro Neto, a visita está sendo importante para a troca de experiências e para que os membros do TJMA possam levar o conhecimento adquirido para o Maranhão. “Essa visita foi significativa para o intercâmbio de informações, uma vez que eles possuem uma expertise mais à frente do TJAM nessa área, com o acervo histórico, e nós temos a expertise na área de gestão de documentos, na avaliação de processos e documentos para eliminação e guarda permanente, através do nosso Sistema de Gestão de Documentos (Sisged)”, afirmou o gerente.

Para o coordenador de Arquivo e Gestão Documental do Tribunal de Justiça do Maranhão, Christofferson Melo, as áreas de gestão documental e da memória dos tribunais estão cada dia mais trabalhando em consonância. “A visita visa, sobretudo, ao alinhamento das práticas em gestão documental, inclusive quanto aos documentos históricos, à observância de novas tecnologias, ao desenvolvimento de políticas públicas que atuem em conjunto para o aprimoramento da preservação da memória”, explica o representante do TJ maranhense.

 

#PraCegoVer - a foto principal que ilustra a matéria registra o encontro entre o desembargador Délcio Santos e os técnicos do TJMA. Eles estão sentado à mesa de reuniões, no gabinete do desembargador. 

 

 

 

Paulo André Nunes

Fotos: Jéssica Rebello

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.