TJAM lança pesquisa e pretende potencializar a inclusão e participação de servidoras nos diversos projetos da Corte

Pesquisa1Pesquisa2Com os dados coletados, TJAM pretende potencializar a inclusão e participação de servidoras nos diversos programas; capacitações e ações administrativa e de gestão, realizadas no âmbito da Justiça Estadual.


O Tribunal de Justiça do Amazonas por meio de seu Grupo de Participação Feminina/TJAM iniciou nesta segunda-feira (17) uma pesquisa institucional com o objetivo de obter um diagnóstico do perfil das servidoras do Poder Judiciário.

A partir dos dados coletados, o Poder Judiciário Estadual pretende potencializar a inclusão e participação de suas servidoras nos diversos programas; projetos; capacitações e em ações administrativa e de gestão, realizados no âmbito da Justiça Estadual.

A pesquisa institucional, envolvendo entrevista com as servidoras, será organizada de maneira eletrônica e física, devendo ser concluída no dia 28 de fevereiro, e o questionário já está disponível no link https://intranet.tjam.jus.br/joomla_intranet/index.php/questionario

De acordo com a coordenadora de Processos e Projetos da Divisão de Planejamento do TJAM, Jéssica Fernanda Fonseca Barker Bastos, para explicar os objetivos da pesquisa e incentivar a adesão das servidoras à participação, atividades de sensibilização serão realizadas nas diversas unidades judiciárias da Corte. “Essa é uma iniciativa Grupo de Trabalho Feminino para verificarmos o perfil das nossas servidoras. O acesso a essa pesquisa é pelas mídias sociais do Tribunal de Justiça, e haverá uma trabalho de sensibilização em todos os fóruns para que seja feito o preenchimento da pesquisa; bem como seja realizado um trabalho de estímulo e orientação para a participação”, destacou a coordenadora.

O gestor da Coordenadoria de Projetos e Processos da Divisão de Planejamento do TJAM, Bruno Oliveira, reforça que a partir dos dados coletados será feita uma análise para entender os pontos fracos a serem melhorados no Tribunal a partir da visão das mulheres. “Verificaremos, por exemplo, o que podemos melhorar com a inclusão e, assim, promover cada vez mais a participação feminina nas decisões, em capacitações e em programas desenvolvidos pelo Judiciário. O objetivo é ter um diagnóstico do perfil funcional feminino, com os dados favorecendo nossa gestão a propor melhorias sob a perspectiva da mulher”, enfatizou o gestor.

A pesquisa é  coordenada pelo "Grupo de Trabalho para Implementação de Políticas, Diretrizes e Ações relacionadas ao Incentivo e Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário".  O Grupo tem, respectivamente, como coordenadora e vice-coordenadora a desembargadora Nélia Caminha Jorge e a juíza auxiliar da presidência do TJAM, Elza Vitória de Sá Peixoto.

 

Déborah Azevedo
Fotos: Raphael Alves
Revisão: Joyce Tino

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

telereuniao2
Semana do Judiciário Ep 34 Temp 02
Resumo semanal de notícias do judiciário amazonense. Gestão do Desembargador Yedo Simões.
Semana do Judiciário Ep 34 Temp 02

00:18:11
Views: 129
Semana do Judiciário Ep 34 Temp 02