Servidores e magistrados aderem ao projeto Árvore Encantada e presentearão crianças e adolescentes acolhidos em abrigos em Manaus

arvoreencantadaPelo projeto, 230 crianças e adolescentes em situação de acolhimento, serão presenteados.


 O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) lançou mais uma edição do projeto “Árvore Encantada” por meio do qual servidores e magistrados da Justiça Estadual presentearão crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade que encontram-se acolhidos em abrigos da cidade de Manaus.

Neste ano, com o tema “Árvore Encantada: Encante-se com esta ideia” o projeto viabilizou a entrega de 230 “cartinhas” para servidores e magistrados, as quais, resultarão na oferta de presentes para 230 crianças e adolescentes.

As crianças e adolescentes que serão presenteadas neste final de ano, vivem, atualmente, em oito unidades de acolhimento na capital amazonense.

As “cartinhas”, por elas escritas, foram entregues a servidores e magistrados que atuam nos Fóruns de Justiça Euza Naice de Vasconcelos, Ministro Henoch Reis, Lúcio Fonte de Resende, Azarias de Menescal, Mário Verçosa e também na sede do Tribunal de Justiça.

O projeto é realizado anualmente, sendo uma iniciativa da Coordenadoria de Infância e Juventude (COIJ) com o apoio da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam) de outros setores do TJAM e da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon).

A entrega dos presentes, conforme os organizadores do projeto, deve ocorrer no dia 4 de dezembro deste ano, em uma festividade que será realizada na sede da Amazon e da qual os servidores e magistrados são convidados para participar e, na oportunidade, interagir com as crianças e adolescentes que serão presenteados.

Adesão

A estagiária Victória Braga, lotada na 1ª Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, aderiu ao projeto e comentou sobre a importância de colaborar com o natal das crianças e adolescentes acolhidos em abrigos “Esta é uma iniciativa da qual participo desde 2011, muito antes de iniciar minhas atividades como estagiária no TJAM. Além de colaborar com a doação, pretendo comparecer à festa e participar da entrega, a exemplo do que fiz em anos anteriores”, afirmou.

A assessora do juiz presidente da 3ª Vara do Tribunal do Júri, Júlia Kethleen Lima e Silva, também aderiu ao projeto e informou que pequenas ações de solidariedade são decisivas para aumentar a autoestima das crianças e adolescentes. “Vivenciei uma situação de abandono e sei o quanto gestos de solidariedade como estes, são importantes”, disse.

 

Sandra Bezerra
Imagem: Pedro Baptista

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.