Coordenadora do Reeducar recebe representantes do Município e do CNJ para discutir expansão do projeto

Reunião aconteceu na última segunda-feira, no Fórum Henoch Reis, sob a coordenação da juíza Eulinete Tribuzy.


Reeducar A juíza titular da 11ª Vara Criminal, Eulinete Tribuzy, que coordena o Projeto Reeducar, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), recebeu na segunda-feira (13), na sede da unidade judiciária, que funciona no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco, representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Prefeitura de Manaus para alinhar propostas que permitam a expansão do projeto, desenvolvido pelo TJAM desde 2009.

 

Participaram da reunião a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Conceição Sampaio, o procurador do município Rafael Albuquerque Oliveira, o representante do CNJ, Ricardo Costa e a psicóloga Nádia Teles, diretora do Reeducar.

De acordo com a juíza Eulinete Tribuzy, a reunião foi produtiva e teve o intuito de aprimorar novas estratégias do Reeducar. “A ideia é que possamos unir esforços para que o projeto continue prosperando ao mudar a realidade das pessoas por ele atendidas.Com o apoio do CNJ sabemos que não haverá recuo do projeto, este é um reconhecimento do nosso trabalho”, destacou a magistrada.

O Reeducar tem por objetivo sensibilizar a sociedade para reinserir pessoas em situação de liberdade provisória no mercado de trabalho. O público-alvo das atividades do projeto de ressocialização são pessoas presas em flagrante ou preventivamente que, posteriormente, foram postas em liberdade – por concessão de liberdade provisória, relaxamento de prisão em flagrante, habeas corpus, dentre outros.

O programa possui o apoio de entidades que possibilitam o treinamento e a capacitação dos reeducandos, visando a recolocação profissional e, assim, buscando contribuir para que não reincidam em delitos.

 

 

Deborah Azevedo

Foto: Acervo do Reeducar

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.