TJAM | GRUPO DE MONITORAMENTO E FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA CARCERÁRIO E SOCIOEDUCATIVO

40.000 livros em dois meses de coleta

É o saldo final da Campanha de Arrecadação de Livros desenvolvida pelo CNJ, TJAM e SEJUS, em parceria com o Carrefour e Danone


Mais de 40.000 livros em dois meses de coleta. Este é o saldo da Campanha de Arrecadação de Livros desenvolvida pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com a rede de supermercados Carrefour e a Danone. O destino final das carretas de livros serão as bibliotecas dos presídios da cidade.

Hoje pela manhã, 29/09, o sucesso da campanha foi festejado pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Simões; pelo presidente do Grupo de Monitoramento Carcerário, desembargador Sabino Marques e pelo diretor regional do Carrefour, Altamir Sossela, durante a cerimônia de encerramento, realizada às 11hs no Carrefour da Avenida Paraíba. Também participaram da solenidade o distribuidor da Danone, Paulo Oliveira; e os juízes do Grupo de Monitoramento, Anagali Bertazzo, Henrique Veiga, Elci Simões e Nélia Caminha, Telma Roessing e Carlos Queiroz.

— Tenho certeza que toda grande jornada começa com o primeiro passo. Caminhamos bastante nessa jornada e temos muito mais a caminhar. A parceria exitosa com o Carrefour e Danone com certeza é apenas o primeiro passo - disse o desembargador João Simões.

O assessor jurídico André Cunha agradeceu em nome da Secretaria de Justiça, garantindo que a mesma deverá apoiar outras iniciativas nesse campo. O presidente do Grupo de Monitoramento Carcerário, Sabino Marques disse que ficou “emocionado e gratificado” com a resposta que a sociedade deu à campanha. Ele anunciou que vai se desfazer de boa parte de sua biblioteca particular e doar uma biblioteca de um presídio da capital ou do interior. “E vou fazer questão de ir pessoalmente tirar do meu acervo e eleger uma unidade da capital ou interior e fazer a entrega dos livros. Vou praticar esse gesto”, afirmou o desembargador.

Parceria vai continuar

O presidente João Simões iniciou sua fala reconhecendo o trabalho do Grupo de Monitoramento Carcerário, na pessoa do desembargador Sabino Marques. Cumprimentou a rede Carrefour , na pessoa do diretor-executivo, Altamir Sossela e todos os magistrados presentes. Ele também agradeceu aos representantes da Secretaria de Justiça e toda equipe que colaborou.

— Esta campanha teve que se estender porque um mês só não bastava. Todos queriam mais, e nós queremos muito mais que isso. A parceria exitosa com o Carrefour e com a Danone vai continuar. Já estamos em conversação com outros possíveis parceiros e tenho certeza que todos irão dar sua parcela de contribuição para que o Poder Judiciário cumpra a sua missão maior, que vai muito mais além do que estipular e determinar a pena daquele que comete o ilícito – disse o presidente do TJAM.

A Lei de Execução Penal, disse ele, é acompanhada pelos magistrados, mas o Poder Judiciário tem interesse que aqueles que estão cumprindo pena saiam do sistema muito melhor do que entraram. “Esse é o nosso objetivo. E como fazer isso? Temos muito o que fazer, são projetos como o Reeducar que ensina até aqueles que são analfabetos ao entrar no presídio e de lá saem com uma profissão. No caso dos livros, nosso objetivo é proporcionar uma ocupação para aqueles que estão presos”, disse Simões.

Em seu discurso, o gerente do Carrefour, Altamir Sossela, fez questão de agradecer à sociedade de Manaus pelos mais de 40.000 livros doados para as bibliotecas do sistema carcerário.

— Em nome do Carrefour queremos agradecer à comunidade e dizer que esta é uma prova da nossa responsabilidade para com o Estado do Amazonas. Temos a certeza que a campanha foi um exemplo de mobilização social com bons frutos para a nossa cidade – garantiu o gerente.

OS NÚMEROS DA CAMPANHA

  1. A Campanha de Doação de Livros foi coordenada pelo Grupo de Monitoramento Carcerário do TJAM e consistiu em arrecadar livros junto à população. Para cada três livros doados aos postos de arrecadação dos supermercados Carrefour, o doador recebeu uma cartela de iogurte de polpa Danone.
  2. O mote da campanha foi o seguinte: “Doe livros novos ou usados e amplie a biblioteca e o horizonte de muita gente”. Ao mesmo tempo a campanha anunciava que os livros seriam destinados à implantação das bibliotecas do sistema carcerário.
  3.  A Campanha de Arrecadação de Livros, conseguiu arrecadar um volume de mais de 40 mil livros doados pela comunidade até o dia 29 de setembro.
  4. A campanha teve início no dia 2 de agosto com o objetivo de receber livros que estão sendo destinados à implantação de bibliotecas nos presídios de Manaus.
  5. A campanha era para ter sido encerrada no dia 31 de agosto, quando foi realizada uma prévia da arrecadação, constatando que a campanha já havia arrecadado até aquele momento um volume de 20.000 livros. No entanto, no mesmo dia da solenidade realizada no restaurante do Carrefour com o representante da Danone, Paulo Oliveira, decidiu estender a campanha até o final de setembro.

logo gmf 003

Fórum Ministro Henoch Reis - 4° Andar
Av. Paraiba, s/n - São Francisco, Manaus - AM, 69079-265
Fone: (92) 2129-6722 Email: gmf@tjam.jus.br

 

Os Grupos de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário – GMFs consistem em estruturas dos Tribunais de Justiça e dos Tribunais Regionais Federais responsáveis, dentre outras atribuições, pela monitoração e fiscalização do sistema carcerário e do sistema de execução de medidas socioeducativas em âmbito local.

Junho 2024
D S
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
Save
Cookies user preferences
We use cookies to ensure you to get the best experience on our website. If you decline the use of cookies, this website may not function as expected.
Accept all
Decline all
Publicidade
Youtube
Accept
Decline
Analítico
Google Analytics
Accept
Decline