Corregedoria-Geral de Justiça acompanha processo de adoção de crianças do interior do Amazonas por casal italiano

A última adoção internacional concretizada no estado e que teve todo um acompanhamento da Corregedoria aconteceu há três anos.


 

WhatsApp Image 2024 06 11 at 13.39.25

A Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas (CGJ/AM), por meio da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejaia), está acompanhando um processo de adoção envolvendo um casal italiano e duas irmãs amazonenses, uma com 9 anos e outra com 12 anos.

O processo começou há um ano e meio quando os pretendentes habilitados pelo Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Franca e Tommaso, residentes na Itália, foram vinculados pelo sistema às crianças amazonenses e, através do Serviço Regional para Adoção Internacional – Região Piemonte (Servizio Regionale Per Le Adozioni Internazionali – Regione Piemonte)/organismo estrangeiro italiano, concretizam a adoção. Hoje o casal e as crianças estão no estágio da convivência e na última segunda-feira (10/6) foram recebidos em Manaus pelo corregedor-geral de Justiça do Amazonas, desembargador Jomar Fernandes, com a presença da equipe da Cejaia, na sede do órgão, para uma conversa sobre o andamento do processo, com tradução.

O desembargador enfatizou a importância do acompanhamento feito pela Corregedoria desses processos e lembrou que “a adoção é um ato de amor que transforma vidas”. “É especialmente gratificante ver a adoção tardia (de crianças maiores e adolescentes) sendo concretizada e divulgá-la também é uma forma que vemos como um incentivo para que outras pessoas possam pensar nessa possibilidade, pois precisamos sensibilizar os pretendentes habilitados à adoção a buscarem esse outro perfil”, comentou o corregedor, que finalizou: “Estes processos são fundamentais para proporcionar a estas crianças uma nova oportunidade de vida, um futuro promissor e o mais importante para elas que é ter uma família”, completou o magistrado, que também preside a Cejaia e é o administrador estadual do SNA.

Também participaram da reunião, na sede da CGJ, a secretária da Cejaia, Alessandra Maddy Figliuolo; o chefe de Gabinete da Corregedoria, Sérgio Amorim; e o servidor Rayjckaard Muhamed, da Cejaia.

Estatística do SNA

De acordo com a página do Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), atualmente 4.799 crianças e adolescentes estão disponíveis para adoção em todo o País. Desses, 3.315 têm entre 8 e mais de 16 anos, conforme a estatística da faixa etária do SNA. “Os dados demonstram a importância e a necessidade de incentivarmos a adoção, conforme o ordenamento legal. Por trás desses números estão meninos e meninas com esperanças e sonhos por uma vida com amor, carinho e acolhimento. Esse processo que a Corregedoria vem realizando o acompanhamento impacta também no sentido de que vai estimular e encorajar outras pessoas a considerarem a adoção, de modo a alcançar essas crianças e adolescentes”, enfatizou Alessandra Maddy Figliuolo.

A última adoção internacional concretizada com o acompanhamento da Corregedoria do Amazonas, através da Cejaia, ocorreu há três anos. “Este novo caso reforça a importância do trabalho contínuo da Comissão Judiciária de Adoção Internacional do Amazonas em colaborar para que mais crianças tenham a chance de encontrar lares amorosos em outros países”, disse Rayjckaard Muhamed, da Cejaia.

Processo

Atualmente, o casal e as meninas estão concluindo o estágio de convivência, com permanência em solo brasileiro por no mínimo 30 dias. Um dos desafios é a barreira linguística, já que o casal não fala português. E Franca ressaltou o papel das meninas nessa comunicação: “Quando não conseguimos entender alguma coisa, elas, através de gestos, vão tentando nos ajudar a compreender, desde o primeiro dia sentimos esse laço de amor”, disse.

O casal vive e trabalha no Sul da Itália. Eles desejavam ter filhos, com o grande sonho de ter uma família e optaram pela adoção de crianças brasileiras após conversas com o organismo estrangeiro - Serviço Regional para Adoção Internacional de Piemonte -, e consolidaram o propósito da adoção internacional. No Amazonas, o caso tem recebido a colaboração de Maria de Fátima de Oliveira Gomes Farias, representante da entidade italiana que tem realizado o acompanhamento, orientações e intermediações com as autoridades brasileiras.

“Fizemos videochamadas e quando nos vimos pessoalmente foi um momento muito belo, que não sabemos nem descrever, uma sensação emocionante. Estamos muito felizes e esperamos proporcionar uma vida bem melhor para elas na Itália”, compartilhou Franca, elogiando a cordialidade e o trabalho dos servidores da Cejaia e do juízo de origem que também participou de toda a preparação das crianças amazonenses.

Processos em andamento

A Cejaia encontra-se com sete processos de adoções internacionais em andamento, “concluindo o primeiro semestre de 2024 na certeza do empenho da Corregedoria em concretizar essa adoção internacional, e logo mais, outros dois grupos de irmãos irão para Itália e Estados Unidos”, acrescentou a servidora Juliana Villarim, da Cejaia, complementando: “Adotar é acreditar que a história é mais forte que a hereditariedade, que o amor é mais forte que o destino”.

#PraTodosVerem: A matéria é ilustrada por várias fotos com momentos da reunião, na Corregedoria, com o casal italiano, o corregedor e a equipe da CGJ. A que abre o texto mostra sete pessoas, dentre elas o desembargador Jomar Fernandes (homem com cabelo curto e grisalho, pele morena, usa bigode e cavanhaque; está vestido com um terno azul marinho, blusa azul clara e uma gravata rosa), estão em pé, uma ao lado da outra, em uma sala bem iluminada. Ao fundo, aparece um grande quadro de vidro com o mapa do Amazonas (colorido, com elementos culturais e bem característicos do estado), fixado na parede bege com frisos de madeira, pintados de preto, nas laterais da parede. Fim da descrição.

Texto e fotos: Acyane do Valle | CGJ/AM

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL / TJAM

E-mail:    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(92) 993160660

tjam brasao grande

Poder Judiciário
TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO AMAZONAS

coij logo

COORDENADORIA DA
INFÂNCIA E JUVENTUDE

  • COIJ – Fórum Cível Desembargadora Euza Maria Naice de Vasconcellos.
  • Rua Valério Botelho de Andrade, s/nº. Térreo A. Bairro São Francisco. Manaus-AM. CEP: 69079-260
  • E-mail: coordenadoria.infancia@tjam.jus.br
  • Telefone: (92) 3303-5267 - WhatsApp
  • Instagram: coordenadoria.infancia.am

Calendário da Infância e Juventude

Julho 2024
D S
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
Save
Cookies user preferences
We use cookies to ensure you to get the best experience on our website. If you decline the use of cookies, this website may not function as expected.
Accept all
Decline all
Publicidade
Youtube
Accept
Decline
Analítico
Google Analytics
Accept
Decline