ESMAM promove Live sobre “Violência contra a mulher e a importância do julgamento com perspectiva de gênero”

No dia 10 de novembro de 2020, terça-feira, às 18h a  Escola Superior da Magistratura do Amazonas (ESMAM),  promoverá a Live sobre “Violência contra a mulher e a importância do julgamento com perspectiva de gênero”, através das  Redes sociais da Esmam e no nosso canal no YouTube Link: https://youtu.be/tagT4-rvpcA, sem necessidade de inscrição prévia.

A violência contra a mulher continua sendo um grave problema social no Brasil e no mundo, apesar da luta em torno da questão. Nunca se falou nem se pesquisou tanto sobre o tema como nos últimos anos. Todavia, os avanços são poucos, embora, desde 1990, a Organização Mundial de Saúde já reconheça a violência contra a mulher como um problema de saúde pública que exige dos governantes políticas mais eficientes no combate e prevenção do fenômeno. Além de causar sofrimento físico e psíquico à mulher  e consequentemente a seus filhos e família, esse tipo de violência é também uma violação dos direitos humanos.

O conceito “violência contra a mulher” é frequentemente utilizado como sinônimo de violência doméstica e violência de gênero. Mas apesar da sobreposição existente entre esses conceitos, há especificidades no uso dos mesmos como categorias analíticas.

Com o desenvolvimento dos estudos de gênero, alguns autores passaram a utilizar “violência de gênero” como um conceito mais amplo que “violência contra a mulher”. Este conceito (violência de gênero) abrange não apenas as mulheres, mas também crianças e adolescentes, objeto da violência masculina, que no Brasil é constitutiva das relações de gênero. É também muito usado como sinônimo de violência conjugal, por englobar diferentes formas de violência envolvendo relações de gênero e poder, como a violência perpetrada pelo homem contra a mulher, a violência praticada pela mulher contra o homem, a violência entre mulheres e a violência entre homens. Nesse sentido pode-se dizer que a violência contra a mulher é uma das principais formas de violência de gênero.

O evento contará com a Palestrante convidada, Dra. Adriana Ramos de Mello,  Juíza Titular do I Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca da Capital. Professora da Escola da Magistratura do Rio de Janeiro. Mestre em Criminologia e Sociologia Jurídico-Penal pela Universidade de Barcelona, Espanha. Doutora em Direito Público pela Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha. Presidente do Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero da Escola da Magistratura do Rio de Janeiro.

Como mediadora, atuará a Juíza de Direito Luciana da Eira Nasser,  Titular do 2º Juizado Especializado no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra mulher. Pós-graduada em Direito.

Mais informações: (92) 2129-6640    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Fonte: Gênero e violência contra a mulher: o perigoso jogo de poder e dominação - Maria de Fátima Araújo - Universidade Estadual Paulista (UNESP), Assis - São Paulo - (Brasil)

 

Ramiro Neto

NÚCLEO DE DIVULGAÇÃO DA ESMAM

Telefones | (92) 2129-6640 | 6608 | (92) 98807-6760
E-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..br|Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.s.br


Imprimir   Email