selos_002A

Cejaia vai cobrar atualização do cadastro de adoção de crianças e adolescentes em todas as Comarcas

A habilitação de um casal suíço para adoção de criança amazonense também foi tema da pauta na primeira reunião de trabalho com os novos membros da Comissão.


A Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Amazonas (Cejaia), ligada à Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça do Amazonas, se reuniu nesta semana para discutir assuntos como a necessidade de atualização do cadastro de adoção nas Comarcas do interior. Presidida pelo corregedor-geral de Justiça do TJAM, desembargador Lafayette Carneiro Vieira Júnior, a comissão tem como novos membros os desembargadores Nélia Caminha Jorge e Airton Luís Corrêa Gentil, os juízes Márcio Rothier Pinheiro Torres e Julião Lemos Sobral Júnior, além do promotor de Justiça Rodrigo Miranda Leão Júnior.

Durante a reunião, ficou definido que as Comarcas receberão, em forma de circular, ofício dando prazo de 10 dias para que os juízes atualizem os dados das crianças e adolescentes aptos à adoção. "Estamos reforçando o incentivo da adoção, começando por casais brasileiros e depois estrangeiros e para isso é preciso que o cadastro de adoção esteja atualizado. Dessa forma, conseguiremos diminuir o tempo de permanência das crianças em abrigos e daremos a elas a oportunidade de terem um futuro melhor em novos lares, com acompanhamento correto e dentro da legalidade" destacou o corregedor.

A situação de um casal suíço também foi analisada pela Comissão. Os estrangeiros se habilitaram para adoção de crianças no Amazonas e aguardam no Cadastro de Adoção. "Esperamos que com a atualização do cadastro por todas as Comarcas, possamos encontrar famílias aptas para um maior número de crianças. É um trabalho que exige ainda mais empenho e dedicação até porque é o futuro dessas crianças que está sem definição e não temos tempo a perder. A Comissão está comprometida e esperamos dar o retorno que a sociedade precisa," destacou a desembargadora Nélia Caminha Jorge.

A reunião teve a contribuição do juiz Saulo Góes Pinto, que relatou sua experiência de trabalho na Comarca de Parintins. Também se fez presente a Coordenadoria da Infância e Juventude (COIJ), através da promotora Vânia Maria Marques Marinho e da assistente social Heloísa Guimarães de Andrade, que apresentaram o panorama das crianças aptas à adoção em Manaus, assim como reforçaram a importância da atualização do cadastro pretendida pela Comissão.

Na gestão do novo corregedor-geral Lafayette Júnior, iniciada em julho deste ano, a adoção internacional passou a ser prioridade.  Desde o início de 2018, outros três casos de adoção internacional passaram pela comissão e terminaram em aprovação e estão em andamento. Em um dos casos, um adolescente de 13 anos, que vive na Aldeia SOS Manaus, passou por processo de adoção tardia e já está a caminho da França para um período de adaptação de um mês. Após esse período ele ficará em definitivo com a nova família que mora em Paris. Esta adoção foi um dos primeiros resultados do Projeto Encontrar Alguém, lançado em julho deste ano pela Coordenadoria da Infância e Juventude (COIJ) e que tem o objetivo de estimular a chamada adoção tardia, aquela que envolve crianças consideradas de difícil colocação em novas famílias por questão de idade ou situação especial de saúde.

Fábio Melo

Foto: Chico Batata

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

E-mail Imprimir PDF https://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=11241:cejaia-vai-cobrar-atualizacao-do-cadastro-de-adocao-de-criancas-e-adolescentes-em-todas-as-comarcas&catid=315:ct-cgj-noticias-corregedoria&Itemid=434

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados