Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas de Manaus ganha novas instalações no Fórum Ministro Henoch Reis

Imprimir

 Magistrados (as), servidores (as) e autoridades do sistema de Justiça participaram da cerimônia de inauguração.


Vemepa novas

Vemepa novas2

Vemepa novas3

Vemepa novas4Depois de 15 anos funcionando no 5.º andar do Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, na zona Sul da capital, a Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas da Comarca de Manaus ganhou novas instalações e passa a funcionar agora no 3.º andar do fórum, no setor 1, com uma área bem mais ampla, totalmente reformada e adaptada com a medidas de prevenção à covid-19. A cerimônia de inauguração foi realizada na manhã do dia 7 com a presença de magistrados e magistradas do Tribunal de Justiça do Amazonas, além de servidores e servidoras, estagiários e estagiárias, e diversas autoridades do sistema de Justiça.

A juíza Luiza Cristina Nascimento da Costa Marques, titular da Vemepa, agradeceu a Direção do Tribunal – formada pelo desembargador Domingos Chalub (presidente) e pelas desembargadoras Carla Reis (vice-presidente) e Nélia Caminha Jorge (corregedora-geral de Justiça) –, pelo investimento realizado na unidade jurisdicional e o empenho de toda a equipe da administração pelo trabalho realizado. “O ambiente ficou muito melhor para o atendimento do nosso jurisdicionado e para o desenvolvimento do trabalho de todos os profissionais da Vemepa. É preciso ressaltar que as novas instalações receberam as medidas necessárias visando à prevenção da covid-19”, observou a magistrada, que lembrou também de outra novidade neste mês de outubro na Vemepa, que é a migração de parte de seu acervo processual para o Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), disponibilizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no final do mês. O SEEU é uma ferramenta que centraliza e uniformiza a gestão de processos de execução penal em todo o País. “Acredito que, com as novas instalações e também com a migração para o SEEU, teremos um grande avanço em nossas atividades, com uma maior celeridade processual. Toda a equipe está muito otimista e queremos agradecer a Direção da Corte de Justiça, na pessoa do desembargador Domingos Chalub, por esse trabalho realizado”, completou.

O desembargador Elci Simões, diretor do Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, coordenador das Varas Criminais e presidente do Grupo Permanente de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, do TJAM, destacou que a Vemepa, há 15 anos, exerce a função institucional de fiscalização das penas alternativas à prisão, com vista à ressocialização do apenado que cometeu um crime de menor potencial ofensivo. “Notadamente já se sabe que as penas privativas de liberdade não promovem a ressocialização do preso, ou seja, não têm cumprido a sua principal finalidade que é conter a criminalidade e recuperar o detento. Daí a extrema importância para a sociedade da atividade executada pela Vemapa”, declarou.

O juiz Henrique Veiga, que integra o Grupo Permanente de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, do TJAM, e também a diretoria do fórum, destacou que as novas instalações proporcionarão um conforto maior aos servidores (as) e magistrados (as) e ao jurisdicionado. “Não podemos deixar de citar o serviço meritório desenvolvido pela Vemepa no que diz respeito à reintegração social do cumpridor das medidas de penas alternativas, principalmente a sua inclusão no mercado de trabalho. Nesse sentido, a Vemepa segue o pensamento de que responsabilizar o indivíduo com a prestação de serviços na mesma comunidade onde o delito foi cometido é uma forma eficaz de punição”, enfatizou o juiz, acrescentando, ainda, que a Vemepa vem obedecendo as recomendações das Nações Unidas para investimento em penas alternativas voltadas aos crimes de menor potencial ofensivo, evitando que o indivíduo siga para o regime fechado e passe a conviver com infratores de todo tipo, inclusive os de maior periculosidade. Além disso, o sistema prisional de todo o País já sofre a pressão da superlotação, o que dificulta ainda mais a recuperação do apenado.

“As penas alternativas ainda têm a vantagem de serem muito mais baratas para o Poder Público e, reconhecidamente, com resultados mais eficazes. Para se ter ideia, o custo de um preso para o Estado gira em torno de R$ 5 mil, multiplicando pelo número de presos em todas as unidades prisionais, o valor é extremamente significativo. Então o trabalho desenvolvido pela Vemepa é de fundamental relevância para a sociedade”, observou o juiz Henrique Veiga.

Além de magistrados e magistradas, servidores e servidoras do TJAM, também participaram da inauguração a promotora de Justiça Lílian Maria Pires Stone, representante do Ministério Público Estadual; o coordenador do Núcleo de Atendimento Prisional da Defensoria Pública do Amazonas, Theo Eduardo Ribeiro Fernandes Moreira da Costa, que representou o órgão no evento; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB/AM), Marco Aurélio Choy; e o secretário-geral de Administração do TJAM, Chrystiano Lima e Silva.

NOVO ESPAÇO

O novo ambiente da Vemepa contará com uma recepção com 5 guichês de atendimento, um a mais que o antigo espaço, e uma secretaria para 21 pessoas, entre servidores e estagiários, instalações com mobiliário e equipamentos novos. A Vara também ganhou, dentro de suas instalações, 1 sala para audiências, 1 auditório com 40 lugares e 1 sala para reuniões virtuais, a qual também será utilizada para a formação e qualificação das equipes de trabalho.

Antes da reforma, a Vemepa utilizava o próprio gabinete da magistrada para realizar audiências coletivas e ainda uma sala de apoio para eventos com maior quantidade de participantes, enquanto servidores e estagiários utilizavam o limitado espaço da Secretaria para aprimorar as rotinas de trabalhos e promover oficinas internas.

Entre as instalações há agora dois gabinetes, para acolher também o juiz que responder cumulativamente pela Vara, função atualmente cumprida pelo magistrado Edson Rosas. O espaço da Assessoria Jurídica também foi reforçado e pode receber até 4 funcionários.

 

 

 

Acyane do Valle

Fotos: Raphael Alves

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.