TJAM e MPE projetam medidas de integração tecnológica

Imprimir

Cooperação técnica abrange ações para tornar mais fácil e rápida a gestão de processos, por meio do uso em conjunto do sistema SAJ.


MPE TJAMGestores e representantes das áreas de Tecnologia da Informação (TI) do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e do Ministério Público Estadual (MPE-AM) reuniram-se nesta quinta-feira (16) e trataram sobre ações de integração previstas pelo acordo de cooperação assinado no mês de março pelas duas instituições, o qual prevê a gestão de processos e demais expedientes, por meio do uso em conjunto do Sistema de Automação da Justiça-SAJ.

A reunião foi realizada na sede do TJAM, no bairro Aleixo (zona Centro-Sul de Manaus) e dela participaram o diretor-geral do MPE-AM, José Alberto da Costa Machado; o diretor da Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJAM, Thiago Facundo; o coordenador de Fiscalização e Auditoria do SAJ (no TJAM), Eduardo Pinheiro; o gerente de produtos da empresa Softplan, Cléber Teixeira e demais técnicos.

Pelo acordo de cooperação técnica assinado em março pelo presidente do TJAM, desembargador Yedo Simões e pela procuradora-geral de Justiça, Leda Mara Albuquerque, os dois órgãos buscarão desenvolver todos os métodos do Modelo Nacional de Interoperabilidade/MNI, estabelecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A cooperação ainda confirma ações para tornar mais fácil e rápida a gestão de processos, por meio do uso em conjunto do sistema SAJ e indica a realização de estudos para contratações conjuntas de serviços de TI, com objetivo de possibilitar contratações de qualidade, com custos reduzidos.

Conforme o diretor-geral do MPE-AM, a cooperação entre os setores de TI das duas instituições é válida e vai ao encontro da política de inovação do órgão ministerial que, recentemente, viabilizou a aquisição do sistema SAJ-MPE. “A partir da aquisição do novo sistema, esperamos que nossas primeiras Promotorias estejam totalmente operando em sistema on-line até o próximo mês de agosto e que no prazo de 12 meses, todas nossas Promotorias, Procuradorias e órgãos de apoio estejam com o mesmo sistema”, informou José Alberto da Costa Machado.

Para o diretor-geral do MPE-AM, a integração entre os setores de TI trará avanços significativos para o sistema judiciário estadual. “Viemos para verificar o processo de integração entre os setores de TI (do TJAM e do MPE) e avaliamos esta reunião como o marco inicial do termo de cooperação assinado. A perspectiva de nossa Procuradora-Geral de Justiça é que, em até 12 meses, nossas unidades estejam operando com o sistema SAJ-MPE e que também elas em conexão com o SAJ do TJAM”, apontou José Alberto da Costa Machado.

O coordenador de Fiscalização e Auditoria do SAJ (no TJAM), Eduardo Pinheiro, também comentou que a reunião de trabalho foi produtiva e que, em médio prazo, a integração entre as TI’s (dos dois órgãos) será viabilizada. “Estamos na fase de homologação das tratativas, iniciaremos a fase de testes e acreditamos que em agosto as primeiras Promotorias, já com o SAJ-MPE, estarão integradas com o SAJ do Tribunal”, informou Eduardo Pinheiro, explicando os dois SAJs terão bases distintas mas integradas.

 

 

Afonso Júnior
Foto: Raphael Aves

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.