Varas do Tribunal do Júri realizaram 80 sessões de julgamento na última semana

Imprimir

Quantitativo inclui 60 julgamentos integrantes da "I Semana do Mutirão do Júri" e 20 da pauta ordinária das três unidades judiciárias.


Balanço JúriO Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) realizou 80 sessões de julgamento popular na semana Balanço Júri3passada. O quantitativo inclui 60 julgamentos que integraram a pauta da "I Semana do Mutirão do Júri", que aconteceu de 06 a 10 de maio, e mais 20 sessões da pauta ordinária das três Varas do Tribunal do Júri que ocorreram no período. Os números foram apresentados durante reunião de avaliação das atividades, conduzida pelo coordenador da Comissão de Acompanhamento das Metas Nacionais do Poder Judiciário do TJAM, desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, na sede da Corte, na manhã desta quinta-feira (16).

Júri 1 

Júri 2Conforme o balanço apresentado ao desembargador Hamilton Saraiva, na pauta do mutirão foram 16 processos julgados pela 1ª Vara do Tribunal do Júri e mais 44, pela 2ª Vara. No mesmo período, as duas unidades judiciárias realizaram, ainda, 13 sessões da pauta ordinária, que estava definida desde o início Júri 3deste ano.

 

Na 3ª Vara do Tribunal do Júri, que não teve processos pautados na programação do mutirão, foram realizadas outras sete sessões ordinárias de julgamento popular que já estavam designadas para o período.

Júri 10 

Júri 12A subcoordenadora da I Semana do Mutirão do Júri, juíza Mirza Telma de Oliveira Cunha, disse que o mutirão alcançou o objetivo traçado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas. “A avaliação dos resultados alcançados é muito positiva. O número de julgamentos realizados, no total de 80, foi muito expressivo, considerando que, em média, o normal é realizarmos de 20 a 30 júris por semana. Nesta reunião avaliamos todos os aspectos do mutirão, nos debruçamos sobre aqueles detalhes que precisam ser ajustados e já alinhamos as primeiras providências para as próximas edições do mutirão, pois deverão ocorrer mais dois neste ano, o próximo já previsto para o período de 15 a 19 de julho”, disse a magistrada.

 

O Tribunal de Justiça do Amazonas mobilizou 19 juízes durante a realização do mutirão. O Ministério Público do Estado do Amazonas disponibilizou oito promotores de justiça para atuar na acusação. O mutirão contou com a participação da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE) e advogados particulares, servidores e estagiários do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM),além do apoio da Polícia Militar do Estado do Amazonas.

 

Júri 4As sessões foram realizadas nos auditórios do Centro Administrativo Des. José Jesus F. Lopes; nos plenários da 1ª e 2ª Câmara Criminal, e da 1ª e 2ª Câmara Cível, no Edifício Arnoldo Peres; no Plenário Cível no Edifício Euza Vasconcelos, além do Salão Nobre, Plenário, auditório da 1ª Vara do Tribunal do Júri e auditório da 3ª Vara do Tribunal do Júri; todos no Fórum Ministro Henoch Reis.

 

De acordo com a juíza Mirza Telma, a expectativa é que a próxima edição do período de esforço concentrado nas três Varas do Tribunal do Júri tenha uma pauta ainda mais robusta, com ampliação também do número de locais em que as sessões de julgamento serão realizadas.

 

 

Carlos de Souza e Terezinha Torres

Fotos: Raphael Alves e Chico Batata

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.