Pasta Sobre

        statistics-3411311_1280.jpg

     O Núcleo de Estatística e Gestão Estratégica (NEGE) do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas está subordinado a Presidência e exerce a função de auxiliar o tribunal naracionalização do processo de modernização institucional por meio de análise crítica e acompanhamento dos dados extraídos dos sistemas judiciais.

São atividades do NEGE:

  • O envio e acompanhamento de informações estatísticas do Poder Judiciário do Estado do Amazonas ao CNJ, tais como: as taxas das Metas Nacionais e variáveis do “Justiça em Números”, conforme a Resolução n.º 76/2009 e seus anexos, do Conselho Nacional de Justiça;
  • Execução de atividades técnicas relativas à obtenção, coleta, inventário, classificação, registro, validação, recuperação, armazenamento, tratamento, divulgação e disseminação de dados e informações estatísticas exigidos pelos órgãos do Poder Judiciário competentes;
  • Calcular e analisar a qualidade e utilidade dos dados coletados, referentes aos indicadores de gestão e de desempenho do Poder Judiciário estadual, adequando-os aos critérios e exigências estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça e pelo próprio tribunal;
  • Diagnosticar as deficiências na geração de dados e das informações, adotando as providências necessárias para retificação, caso necessária;
  • Conceber, em colaboração com a Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação – DVTIC, sistemas que gerem informações de forma automatizada, dispensando-se a coleta e procedimentos manuais de dados;
  • Acompanhar permanentemente os critérios de avaliação do Prêmio CNJ de Qualidade, instituído pelo Conselho Nacional de Justiça, ou outro que o suceda;
  • Elaboração de manuais técnicos, publicações, relatórios e outros suportes, com a finalidade de divulgação de resultados estatísticos, bem como a orientação para utilização dos recursos disponíveis na área de informações do Poder Judiciário;
  • Elaborar, divulgar e manter atualizados os indicadores estatísticos do Poder Judiciário;
  • Auditar os indicadores estatísticos dos sistemas judiciais do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas.
  • Habilitar ou desabilitar os usuários dos sistemas do Conselho Nacional de Justiça, cuja gestão pertença à Presidência do Tribunal;
  • Fornecer dados estatísticos solicitados pelo Tribunal ou por outras instituições públicas e privadas, desde que devidamente autorizados pela Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas para orientar as conclusões ou o processo de tomada de decisões.