Carregando
Principal Sala de Imprensa Juiz mantém prisão de sete acusados de tentativa de roubo a lotérica no Centro de Manaus

Juiz mantém prisão de sete acusados de tentativa de roubo a lotérica no Centro de Manaus

O grupo, formado por duas mulheres e cinco homens, foi interceptado na última segunda-feira (11) quando, segundo a Polícia Civil, se preparava para realizar o assalto.


Justia_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copy_copyEm audiência de custódia realizada na tarde de terça-feira (12), o juiz plantonista Alcides Carvalho Vieira Filho converteu em preventiva a prisão em flagrante de sete pessoas interceptadas por investigadores da Polícia Civil do Estado do Amazonas, na última segunda-feira (11) quando, conforme a PC, se preparavam para assaltar uma casa lotérica situada na rua Marechal Deodoro, no centro de Manaus. O grupo, formado por duas mulheres e cinco homens, foi autuado em flagrante por roubo majorado tentado e associação criminosa.

Após a decretação da prisão preventiva, Fábio Barauna de Morais, Jucelino de Andrade Pereira, Rosana Paula Costa da Silva, Jefferson Oliveira Costa, Gerson Rodrigues Moriz, Jefferson Arley da Silva Varjao e Viviane de Souza Maia deixaram as dependências do Fórum Ministro Henoch Reis, onde ocorreu a audiência de custódia, com destino a uma das unidades do sistema prisional do Estado.

A audiência de custódia foi realizada com a presença dos advogados dos acusados e da promotora de Justiça plantonista, Maria da Conceição Silva Santiago, que deu parecer favorável à prisão preventiva dos acusados.

Ao homologar o flagrante e decretar a prisão preventiva de cada um dos sete suspeitos, o juiz Alcides Vieira Filho destacou que a prisão foi revestida de todas as formalidades legais e atende aos parâmetros constitucionais. “Outrossim, analisando o caderno processual, verifico que a conduta do custodiado traduz afronta à ordem pública, tendo em vista as circunstâncias que motivaram a sua prisão em flagrante. Entendo que, pela natureza da infração e diante das circunstâncias, o flagranteado solto, atenta contra a ordem pública e põe em risco a segura aplicação da lei penal, exigindo-se o caso a manutenção da segregação cautelar”, escreveu o magistrado.

Dos sete integrantes do grupo, cinco já têm processos em tramitação ou condenação na Justiça, entre os quais Jucelino de Andrade Pereira, que reponde pelo crime de roubo na 11ª Vara Criminal da Comarca de Manaus e Jefferson Arley da Silva Varjão, foragido do regime semiaberto, em que cumpria pena de cinco anos de reclusão imposta pelo juízo da 6ª Vara Criminal.

Nesta quarta-feira (13), o processo foi distribuído e passa a tramitar na 11ª Vara Criminal da Comarca de Manaus.

 

Carlos de Souza
Foto: reprodução da Internet

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

E-mail Imprimir PDF http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9650:juiz-mantem-prisao-de-sete-acusados-de-tentativa-de-roubo-a-loterica-no-centro-de-manaus&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados