Carregando
ATENÇÃO PARA A NOVA VERSÃO DO PETICIONAMENTO NO SISTEMA E-SAJ | A versão antiga será desativada em
Principal Sala de Imprensa Projeto Reeducar fecha o semestre com mais de 1,7 mil pessoas alcançadas por palestras de orientação

Projeto Reeducar fecha o semestre com mais de 1,7 mil pessoas alcançadas por palestras de orientação

Nesta segunda (19), o projeto fechou a programação dos primeiros seis meses do ano com atividade para 119 pessoas no Fórum Henoch Reis


33943257912_9472545ca6_zO projeto Reeducar, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), finalizou nesta segunda-feira (19), no auditório do Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco, o ciclo de palestras organizadas para o primeiro semestre deste ano. Com duas ações mensais, o calendário de palestras iniciado em fevereiro alcançou 1.746 pessoas, 119 delas somente na programação desta segunda.

O Reeducar tem como público-alvo pessoas que deixaram o sistema prisional da capital por meio de um alvará de soltura, assim como aquelas que são liberadas nas audiências de custódia ou nos plantões criminais. A juíza coordenadora do projeto, Eulinete Tribuzy, avaliou como muito positivo o balanço dos primeiros seis meses do ano, e disse que o Reeducar seguirá no segundo semestre com o mesmo objetivo: orientar e incentivar as pessoas a não voltarem a praticar crimes.

“Realizamos um trabalho no sentido de reduzir o número de reincidência, e temos realmente um índice muito baixo entre as pessoas que passam pelo projeto. Mas, no geral, a quantidade de novas pessoas que passam pelas palestras ainda é grande, um reflexo do índice de criminalidade elevado no Estado. Temos procurado fazer a nossa parte e, neste projeto, contamos com a valiosa colaboração da Defensoria Pública, da associação Educação e Cultura a Serviços de Todos/ECAT, Cetam (Centro de Educação Tecnológica do Amazonas), Ouvidoria do Estado do Amazonas, Alcoólicos e Narcóticos Anônimos e advogados”, disse a juíza.

A próxima reunião do Reeducar está agendada para o dia 03 de julho, quando se iniciam as atividades do segundo semestre. A juíza Eulinete destaca que a meta é reforçar a parcerias existentes no sentido reforçar as ações do projeto. “Temos parceiros fiéis que não nos abandonam. Agora é trabalhar para mantê-los. Além dos parceiros que sempre colaboraram com o projeto, temos a Ouvidoria do Estado do Amazonas, por exemplo, que dá apoio na emissão de segunda via de documentos e faz os encaminhamentos necessários. Isso ajuda muito”, afirma a juíza.

Além da juíza Eulinete Tribuzy, que é titular da 11ª Vara Criminal, as palestras do Reeducar têm recebido apoio de outros magistrados como a titular da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (2ª Vecute), Rosália Guimarães Sarmento. Os advogados Miguel Tinoco (defensor público) e Josemar Berçot também são palestrantes frequentes do projeto.

Reinserção social

Criado pela Resolução nº 14/2010 do TJAM, o Reeducar tem o objetivo de promover ações de reinserção social de liberados provisórios do sistema carcerário, com o apoio da Defensoria Pública do Estado do Amazonas. O projeto oferece atividades voltadas à inclusão social, com palestras, aconselhamentos, capacitação profissional, práticas empreendedoras e apresentação de programas assistenciais.

 

Carlos de Souza

Foto: Raphael Alves - Arquivo TJAM

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

 

 

 

E-mail Imprimir PDF http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9343:projeto-reeducar-fecha-o-semestre-com-mais-de-17-mil-pessoas-alcancadas-por-palestras-de-orientacao&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados