selos_002A

Principal Sala de Imprensa Com participação da 3ª Vara de Parintins, ação resgatou cinco crianças e duas adolescentes em situação de vulnerabilidade extrema

Com participação da 3ª Vara de Parintins, ação resgatou cinco crianças e duas adolescentes em situação de vulnerabilidade extrema

As denúncias que levaram as autoridades ao local do resgate davam conta que a mãe e o padrasto das crianças são usuários de drogas.


WhatsApp_Image_2019-02-04_at_10.24.58_copyUma ação conjunta entre a 3ª Vara da Comarca de Parintins, Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), Conselho Tutelar de Parintins, Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMASTH), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Polícia Militar do Estado resgatou, na tarde de domingo (3), cinco crianças e duas adolescentes que estavam vivendo em condições de extrema vulnerabilidade, passando fome e sem as condições básicas de higiene.

As denúncias que levaram as autoridades ao local do resgate davam conta que a mãe e o padrasto das crianças faziam uso de entorpecentes no mesmo local de convivência com as crianças. A suspeita de que as adolescentes, de 12 e 14 anos, eram abusadas sexualmente pelo padrasto também será investigada.

A ação de resgate foi determinada pelo juiz Anderson Luiz Franco de Oliveira, titular da 3ª Vara de Parintins e executada pelo Comissariado da Infância e Juventude, responsável pelo Plantão Judicial no Fórum neste fim de semana. As crianças e adolescentes foram encaminhadas ao Abrigo Vovó Conceição. De acordo com o diretor da 3ª Vara de Parintins, João Vinícius Tavares Lago, tanto a mãe quanto as crianças estavam debilitadas e foi necessário o uso de uma ambulância para a retirada delas do local.

“Uma situação muito triste. A mãe sequer conseguia ficar em pé, de tão debilitada que estava. Encaminhamos ela ao hospital e as crianças foram levadas ao abrigo. Segundo denúncias encaminhadas ao Conselho Tutelar, a mãe é usuária de drogas e deixava as crianças por dias sem comer, sem tomar banho, além de fazer uso de drogas na frente dos filhos dentro da residência e com a participação de terceiros”, disse João Vinícius.

Depois da ação, foi feito um boletim de ocorrência e aberto um inquérito policial para apurar, além dos maus-tratos, a denúncia de abuso sexual por parte do padrasto em relação às duas adolescentes. O processo vai tramitar na 2ª Vara da Comarca de Parintins.

 

Carlos de Souza

Foto: Acervo da Comarca

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

E-mail Imprimir PDF https://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=11331:com-participacao-da-3o-vara-de-parintins-acao-resgatou-cinco-criancas-e-duas-adolescentes-em-situacao-de-vulnerabilidade-extrema&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados