Carregando
Principal Sala de Imprensa Fachada do Edifício Arnoldo Péres passa por reforma

Fachada do Edifício Arnoldo Péres passa por reforma

Visando à segurança de servidores e público externo, substituição de revestimentos foi precedida de laudo técnico emitido pela Secretaria de Estado de Infraestrutura.


40812134830_b196a3aab0_zO Setor de Engenharia do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) deu início à obra para substituição dos painéis de alumínio que revestem toda a parte externa do edifício Desembargador Arnoldo Péres (sede da Corte Estadual). A medida visa à segurança dos servidores e do público que circula na área externa do prédio – uma vez que as placas vinham se soltando e já haviam causado danos materiais, inclusive a veículos estacionados no local – e está embasada em um laudo técnico da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), que constatou risco de novos acidentes.

A obra tem previsão de duração de 120 dias e não afetará a oferta dos serviços que funcionam no prédio, inaugurado há mais de treze anos. Será feita a retirada dos painéis de ACM (Alumínio Composto de Material) e a recomposição de toda a fachada do prédio, com o mesmo material, conforme WhatsApp_Image_2018-06-11_at_14.53.45orientação do arquiteto responsável pelo projeto arquitetônico do edifício.

De acordo com laudo de vistoria técnica emitido pela Seinfra – Ofício nº 05964/2016/GS/SEINFRA –, “o revestimento em ACM, em painéis tipo bandeja, devido à ação do tempo está gradativamente se soltando e caindo; e muitas placas estão prestes a cair, oferecendo perigo aos transeuntes e carros estacionados”. Localizado na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus, o edifício possui 11 pavimentos (incluindo o andar térreo) e foi inaugurado no ano de 2005.

A primeira etapa da obra, que consiste na fixação de pontos de ancoragem (na cobertura do edifício), já foi iniciada, sendo executada pela empresa vencedora do processo licitatório (SBA Engenharia Ltda.). Na próxima etapa, a empresa fará a remoção dos painéis ACM e sua substituição por novos.

Conforme a Assessoria Militar do TJAM, 2.500 pessoas aproximadamente – entre funcionários, servidores terceirizados, colaboradores e visitantes – frequentam o edifício Arnoldo Péres diariamente e estavam suscetíveis a incidentes ocasionados pelo desplacamento frequente das peças deterioradas.

WhatsApp_Image_2018-06-11_at_14.53.46Ainda de acordo com a Assessoria Militar, há histórico, inclusive, de placas que se desprenderam e caíram em terrenos vizinhos à sede do TJAM e em via pública, aumentando exponencialmente o risco de acidentes. Fotos anexadas ao laudo emitido pela Seifra, mostram veículos que foram danificados.

Os danos materiais são relatados, também, por muitos servidores, dentre eles, o motorista Izaldir Barros, que quando lotado na Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ) teve o veículo da Unidade (um Gol) avariado ao ser atingido por uma placa que se desprendeu. Para o servidor, a reforma é medida necessária “para que não ocorram danos a veículos como vem ocorrendo constantemente e, principalmente, para resguardas as pessoas, que podem vir a ser atingidas se providências não fossem tomadas”, comentou Izaldir Barros.

A obra executada pela empresa vencedora da licitação foi orçada em R$ 2.286.072,31.


WhatsApp_Image_2018-06-11_at_14.53.49Afonso Júnior
Fotos: Raphael Alves e Acervo da Divisão de Engenharia

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

WhatsApp_Image_2018-06-11_at_14.53.46-1

E-mail Imprimir PDF http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10524:fachada-do-edificio-arnoldo-peres-passara-por-reforma-&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados