Carregando
Principal Sala de Imprensa Pleno do TJAM aprova a remoção e promoção de quatro juízes

Pleno do TJAM aprova a remoção e promoção de quatro juízes

Três remoções entre Comarcas do interior e uma promoção para a Comarca de Manaus foram aprovadas mediante votação em sessão extraordinária do Tribunal Pleno.


28774352808_282a7db317_zO Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) aprovou, em sessão extraordinária realizada nesta quinta-feira (7), a remoção de três juízes de Direito entre Comarcas do interior e uma promoção de magistrado do interior para entrância final (capital).

Pelo critério de merecimento, pela unanimidade de votos, a juíza Elza Vitória de Sá Peixoto Pereira de Mello teve a remoção autorizada para a Comarca de Novo Airão; o juiz André Luiz Nogueira Borges de Campos teve a remoção autorizada para a Comarca de Manaquiri e pelo critério de antiguidade a juíza Roseane do Vale Cavalcante Jacinto teve autorizada sua remoção para a Comarca de Urucurituba.

Na mesma sessão, o juiz Flávio Henrique Albuquerque de Freitas foi promovido, em unanimidade de votos, para juiz auxiliar de 2ª entrância (entrância final) na Comarca de Manaus.

A juíza Elza Vitória de Mello já atuou como magistrada titular de Japurá e mais recentemente em Boa Vista do Ramos, exercendo concomitantemente a função de juíza auxiliar da presidência do TJAM (2016-2018). Graduada em Direito no ano de 2000 e magistrada desde 2007, Elza Vitória também já respondeu pelas Comarcas de Tapauá, Maraã, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Caapiranga e, em Manaus, pela 1ª e 2ª Varas Especializadas em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute), 11ª Vara Criminal e 13ª Vara Cível e de Acidentes do Trabalho.

A juíza Roseane do Vale Cavalcante Jacinto teve autorizada sua remoção para a Comarca de Urucurituba (distante 266 quilômetros de Manaus), pelo critério de antiguidade e já foi titular das Comarcas de Manicoré, Atalaia do Norte e Nhamundá. Formada em Direito no ano de 2009, a magistrada já respondeu, também, pelas Comarcas de Parintins, São Gabriel da Cachoeira e Novo Aripuanã.

O juiz André Luiz Nogueira Borges de Campos, removido pelo critério de merecimento, já atuou como titular das Comarcas de Juruá, Barreirinha, Parintins (1º Juizado Cível e Criminal) e já respondeu, também, pelas Comarcas de Itacoatiara, Nhamundá, Boa Vista do Ramos e Beruri. Na Comarca de Manaus, respondeu pela Vara do Juizado Infracional da Infância e da Juventude e Vara de Execução de Medidas Socioeducativas. O magistrado formou-se no ano de 2001 e exerce a magistratura desde o ano de 2007.

Promoção

Na mesma sessão extraordinária, o juiz Flávio Henrique Albuquerque de Freitas foi promovido, pelo critério de merecimento, para atuar na Comarca de Manaus como magistrado auxiliar de 2ª entrância (entrância final). Flávio Henrique já atuou como procurador-gederal (lotado em Minas Gerais) e desde 2007 exerce a magistratura. Em sua trajetória como juiz atuou nas Comarcas de Itamarari, São Paulo de Olivença, Guajará, Parintins e Urucará. Formado no ano de 2000 o magistrado tem atuado com juiz auxiliar da presidência do TJAM (2016-2018).

 

Afonso Júnior

Foto: Raphael Alves

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

E-mail Imprimir PDF http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10517:pleno-do-tjam-aprova-a-remocao-e-promocao-de-quatro-juizes&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados