Carregando
Principal Sala de Imprensa Quarenta servidores doaram sangue durante atendimento do "Vampirão" no Fórum Henoch Reis

Quarenta servidores doaram sangue durante atendimento do "Vampirão" no Fórum Henoch Reis

Unidade móvel do Hemoam esteve no Fórum na manhã desta terça, em ação organizada pela Divisão de Serviço Social do TJAM.


40119258351_cc662b0489_zA servidora da Divisão de Engenharia do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) Adrielly Franco de Almeida foi uma das primeiras a subir as escadas do ônibus da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas, mais conhecido como "Vampirão", para doar sangue. A ação de atendimento foi realizada nesta terça-feira (6), na área de estacionamento do Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco, com a participação de 40 doadores.

Depois da doação, Adrielly falou da satisfação em poder participar da campanha. “Este é um gesto que muitas pessoas podem fazer porque ajuda a salvar vidas e estou muito feliz por ter colaborado”, afirmou a servidora.

O servidor Roberto Simões, de 22 anos, também chegou 40119254991_b693f067b7_zlogo cedo para atendimento na unidade móvel. Ele destacou a alegria de poder contribuir com o estoque de sangue do hemocentro estadual nessa época do ano. “Sabemos que o estoque de sangue no Hemoam está baixo e como estamos nos aproximando do carnaval é bom colaborar para reforçar esse estoque. Sempre que posso, estou doando sangue; isso serve de exemplo para outros jovens”, disse Roberto.

O atendimento do "Vampirão" no Fórum Henoch Reis iniciou às 8h e se estendeu até o meio-dia, tempo suficiente para que 40 pessoas pudessem colaborar com a campanha organizada pelo Hemoam. A ação de parceria institucional foi coordenada pela Divisão de Serviço Social do TJAM.

Orientações

Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) orienta que, qualquer pessoa com boa saúde, 39407266274_2d89b8d5db_zidade entre 18 e 69 anos e peso a partir de 50 quilos pode ser doador. Mas não podem doar sangue pessoas que tiveram hepatite depois dos 10 anos de idade; usuários de drogas; pessoas com comportamento sexual de risco; quem teve malária, recebeu transfusão sanguínea ou teve doenças sexualmente transmissíveis nos últimos 12 meses; e quem teve febre nos últimos 30 dias da data da doação.

O sangue não pode ser produzido artificialmente. Quando uma pessoa precisa de uma transfusão, por exemplo, pode contar apenas com a solidariedade das pessoas que ajudam a manter os estoques dos bancos de sangue para atender esse tipo de demanda e salvar vidas. Antes de doar sangue, o voluntário precisa dormir bem na noite anterior à doação (no mínimo 6 horas). A sessão de coleta do sangue dura cerca de 10 minutos.

 

Carlos de Souza

Fotos: William Rezende

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | TJAM: (92) 2129-6771 / 6831
Telefones | Corregedoria: (92) 2129-6672
Telefones | Fórum Henoch Reis: (92) 3303-5209

E-mail Imprimir PDF http://www.tjam.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10165:quarenta-servidores-doaram-sangue-durante-atendimento-do-qvampiraoq-no-forum-henoch-reis&catid=33:ct-destaque-noticias&Itemid=1331

 


appbtn-app-storebtn-google-play


 

Mais Notícias

Comunicados